Programa Regional
"Cidades sem violência contra as Mulheres, Cidades seguras para tod@s"


UNIFEM está desenvolvendo o Programa Regional "Cidades sem violência contra as Mulheres, Cidades seguras para tod@s". O programa é desenvolvido com o apoio da AECI (Agência Espanhola de Cooperação Internacional) na Argentina, Chile e Colômbia e serão realizadas ações concretas no Brasil, Guatemala, El Salvador e Peru.

A Rede Mulher e Hábitat participa como principal aliada na implementação do programa.

Também participam outras Redes Sociais como a Rede de Educação Popular entre Mulheres (REPEM) e Redes de Governo, como a Unidade Temática de Gênero e Município da Rede de Mercocidades.


O Programa tem quatro linhas de trabalho:

1. Produção de Conhecimento e inovação sobre a violência das mulheres nas cidades e a relação violência social - violência urbana - violência de gênero.

2. Sensibilização e Capacitação dos Atores. Campanhas públicas e transferência de ferramentas a organizações de mulheres, funcionárias/os de governo, jovens e diversos ator@s para contribuir com a elaboração de ações e políticas para cidades sem violências contra as mulheres.

3. Experiências participativas territoriais. Iniciativas inovadoras para promover cidades mais seguras e contribuir com as mudanças culturais nas relações entre os gêneros.

4. Fortalecimento de Redes para a incidência na política. Ações articuladas entre redes de mulheres e feministas e mulheres autoridades locais.

5. Assistência técnica. Apoio a funcionárias/os de governo e áreas políticas de gênero e equidade.

6. Formação especializada. Curso de Pós graduação virtual “Violência urbana e insegurança. Um enfoque de gênero”, organizado por UNIFEM, CEUR (Centro de Estudos Urbanos e Regionais, Buenos Aires – Argentina) e a Rede Mulher e Hábitat de América Latina.

O Programa visa, entre seus principais impactos de ampliação, o conhecimento e o fortalecimento do debate público sobre a segurança das mulheres nas cidades.

A inclusão da questão da violência de gênero na agenda social e nas políticas públicas. Dar poder às mulheres no direito de usar e aproveitar a cidade e os espaços de decisão de políticas públicas. A demonstração e replicação de experiências de intervenção participativa com a cidade e os bairros mais seguros para as mulheres e maior eqüidade de gênero.

O programa prevê ações específicas de intervenção participativa no espaço urbano a partir de uma perspectiva de gênero. Essas ações terão lugar em três países da região: Argentina, Chile, Colômbia, Peru, El Salvador e Guatemala. Eles serão dirigidos pela iniciativa Centros da Rede Mulher e Hábitat LAC em cada país: CISCSA (Centro de Intercâmbio e Serviços do Cone Sul, Argentina, a coordenação da rede), Sul (Corporação de Estudos Sociais e Educação), AVP (Associação de Habitação Popular), Flora Tristan – Centro de Mulheres do Peru, Coletivo Feminista para o Desenvolvimento Local e Fundação Guatemala, respectivamente.

Além disso, o programa oferece apoiar propostas inovadoras relacionadas com o empoderamento das mulheres nos espaços sócio-urbanas em países sul-americanos.

Contatos:
Argentina: ciscsa@ciscsa.org.ar
Chile: corporacionsur@sitiosur.cl
Colombia: proyectos@avp.org.co
El Salvador: colectivafeminista@integra.com.vs
Guatemala: fungua@quetzal.net
Perú: postmast@flora.org.pe





O site é atualizado por CISCSA - 9 de Julio 2482 - Tel./ Fax: +54 (351) 489 1313 - Córdoba – Argentina